HISTÓRICO DO CENTRO INTEGRADO DE EDUCAÇÃO E MISSÕES – CIEM

O Centro Integrado de Educação e Missões é uma instituição religiosa para a formação de educadores cristãos e missionários. Nossos cursos nas áreas de Missões e Educação Cristã oferecem uma formação integral para você para cumprir a sua missão no exercício do seu ministério, seja em nossa terra ou entre outros povos.

CIEM – 95 anos preparando vocacionados para servir ao Senhor!

INÍCIO : 1922 – 1940

Esta é a nossa história:
O início desta grande obra começou como um Departamento do Colégio Batista Brasileiro, sob o nome de ESCOLA TEOLÓGICA PARA OBREIRAS, com o objetivo de preparar moças para as várias atividades na igreja e sua inauguração se deu no dia 10 de março de 1922.
O Jornal Batista de 23/03/1922, em sua edição nº 12 publica a seguinte nota:
“A Escola Teológica para Obreiras Batistas fundada há dias, já está recebendo matrícula de muitas jovens. Poucos anos nos separam para vermos os resultados dessa novel instituição, pelo vasto campo brasileiro.”
A 1ª turma de formandas em 1928, cujos nomes aparecem no livro do Curso Religioso do Colégio Batista Brasileiro, Escola de Obreiras, foi formada pelas alunas: Florentina Silva, Nicéia Miranda (mais tarde Nicéia Soren), Umbelina Ferreira e Waldemira Almeida (mais tarde Waldemira Mesquita). Essa formatura ocorreu no ano de 1928.

ANOS DE CONSOLIDAÇÃO: 1941 – 1976

Em 1941, a Escola de Obreiras passou a ser administrada pela União Geral de Senhoras e no ano seguinte seu nome foi alterado para INSTITUTO DE TREINAMENTO CRISTÃO PARA MOÇAS.

Em abril de 1949 foi inaugurado o prédio do Instituto de Treinamento Cristão sob a direção da missionária Dorine Hawkins. Em 1954 é inaugurada a Casa Batista da Amizade, com a finalidade de atender as carências sociais, emocionais e espirituais dos moradores do Morro do Encontro e adjacências. Através dos anos, muitas alunas têm servido ao Senhor, como estagiárias na CBA, atendendo as crianças, dando aulas e evangelizando. Atualmente a CBA é administrada pela educadora Márcia Fernandes Kopanyshyn, formada pelo IBER.

Durante a administração da missionária Dorine Hawkins, até o ano de 1976, muitas alunas foram preparadas e vários melhoramentos foram efetuados, inclusive a construção do Auditório “Esther Silva Dias”.

Em 7 de dezembro de 1965 o nome do Instituto de Treinamento Cristão foi mudado para INSTITUTO BATISTA DE EDUCAÇÃO RELIGIOSA.

ANOS DE EXPANSÃO – 1977-1995

Com a saída de Dorine Hawkins, a missionária Alma Elizabeth Oates assumiu a direção dando continuidade do trabalho de Dorine. Durante a sua gestão foi inaugurado, em 1982, o prédio que recebeu o nome de Dorine Hawkins Stewart. Nesse prédio funcionam as salas de aula, a biblioteca e a administração.

Este foi o período de maior investimento dos batistas brasileiros na formação de educadores religiosos. A Instituição chegou a formar em apenas um ano, 74 educadoras religiosas. Além disso, a diretora se envolveu amplamente na plantação de novas igrejas na cidade do Rio de Janeiro.

ANOS DE EXPANSÃO: 1996- 2016

Após 18 anos como diretora do IBER, a missionária Elizabeth Oates passou o cargo para uma missionária brasileira Diana Maria Bonfim Minho, que trabalhava há 24 anos com a Junta de Missões Nacionais. Diana assumiu a direção do IBER no dia 5 de março de 1995 e ficou até 2001. Sob a sua direção foi implementado em 1996, o Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Educação Religiosa.

Em 5 de agosto de 2002 ficou estabelecido que a Instituição passaria a preparar missionários além dos educadores religiosos. O  CENTRO INTEGRADO DE EDUCAÇÃO E MISSÕES – CIEM, (nome mudado em virtude da abrangência nas duas áreas de preparo)  numa parceria da União Feminina Missionária Batista do Brasil, instituição mantenedora com  as Juntas de Missões Mundiais e Missões Nacionais da Convenção Batista Brasileira, a União Batista Evangélica, e a International Mission Board, apoiaram essa iniciativa. Nesse mesmo dia, assumiu a direção da Instituição a missionária Maria Bernadete da Silva, que na ocasião era a Coordenadora do trabalho missionário na Europa e Ásia Central através da Junta de Missões Mundiais, com experiência na área de ensino e também no campo missionário.

Até hoje o CIEM continua recebendo moças, rapazes, e famílias para se prepararem nas áreas de missões e educação cristã.

Milhares de vocacionados já tem passado por esta Casa.

MISSÃO

A missão do CENTRO INTEGRADO DE EDUCAÇÃO E MISSÕES.é a formação de crentes qualificados e comprometidos com Deus que atendam às necessidades das igrejas e dos campos missionários; o registro histórico sistemático da obra missionária no Brasil e no mundo e a reflexão sobre a prática missionária contemporânea.

VISÃO

Oferecer uma formação por excelência para o exercício do ensino da Palavra de Deus e de missões.

PRINCÍPIOS

Os princípios norteadores das pessoas que estudam e trabalham no CIEM são:

  • na autoridade da Palavra de Deus, na centralidade do trabalho salvífico de Jesus Cristo e na atuação do Espírito Santo.
  • COMPROMISSO com a tarefa de pregação do evangelho a cada criatura, com a formação de discipuladores e com o ensino e a vivência fundamentados na Palavra de Deus.
  • CONSCIÊNCIA de que o caráter precede a missão.

OBJETIVOS

Formar vocacionados para a obra missionária possibilitando também o preparo da família;

Promover atualização para missionários;

Oferecer cursos específicos relacionados à missões para comunidade cristã em geral;

MENSAGEM DA DIRETORA EXECUTIVA

Abrimos uma janela, através deste site, para que você nos conheça um pouco. Estamos oferecendo nestas páginas um resumo do que se constitui nossos parâmetros de reflexão e ação.

O currículo é integral e prepara o obreiro em seis áreas de competências: relacional, bíblico-teológica, antropológica-linguística, educacional, instrumental e histórica.

Todos os alunos permanecem envolvidos com a prática ministerial numa igreja durante o seu curso. Além disso, diversas oportunidades para a prática educacional e missionária são oferecidas, tais como: estáigos missionários, projetos missionários, projetos sociais nas igrejas, encontros com missionários etc.